Igreja Saint-Nizier

Origem

A implantação da Igreja de Saint-Nizier data dos anos 150 d.C., após a chegada dos primeiros cristãos em Lyon com São Potino e Santo Irineu. Destes cristãos, uns cinquenta, dentre os quais Santa Blandina, foram martirizados em 177.

Segundo uma tradição venerável, a igreja atual situa-se no lugar do mais antigo santuário lionês estabelecido por São Potino na forma de um oratório dedicado à Virgem Maria. As cinzas dos primeiros mártires de Lyon foram colocadas na cripta e veneradas até o século VI.

A existência de uma igreja é documentada a partir do século V como “Basílica Saints-Apôtres”, talvez a primeira catedral de Lyon.

st-nizierNo século VI, vários bispos foram enterrados, inclusive São Nizier em 573; a partir desta época, a igreja passou a se chamar Saint-Nizier.

Em 1306, o arcebispo de Lyon pede a construção de uma igreja maior e a elevaria a Colegiada.

Dentre as numerosas obras de arte que a igreja continha, mencionemos a estátua de Nossa Senhora das Graças, esculpida pelo lionês Antoine Coysevox e em frente à qual Paulina Jaricot orou bastante.

Tumba de Paulina Jaricot

Em fevereiro de 1935 o corpo de Paulina Jaricot é transferido da cova da família do cemitério de Loyasse, na colina de Fourvière, a uma capela lateral da igreja Saint-Nizier, perto da imagem de Nossa Senhora das Graças em frente à qual Paulina orou bastante.

troncPróximo de sua tumba, um tronco foi colocado para recolher testemunhos de graças obtidas ou de milagres pedidos pelos visitantes e peregrinos invocando a intercessão de Paulina Jaricot, em vista de sua beatificação pela Igreja Católica.

Hoje

st-nizier2Entre 1968 e 2000, várias reformas foram necessárias.

Em 1996, o arcebispo de Lyon confia a paróquia à Comunidade Emanuel. Ela reagrupa as três paróquias: Saint-Nizier, Saint-Paul e Saint-Vincent.

Uma paróquia é o lugar onde os fiéis e os catecúmenos podem se alimentar e se alegrar de tudo que vem de Deus e dado a todos, principalmente:

as celebrações eucarísticas dominicais e durante a semana; os sacramentos; o despertar da fé nas crianças; as capelanias; os grupos de oração para adolescentes e adultos; os escoteiros; o terço; uma adoração permanente todos os dias.

Além disso, a “Associação dos Amigos de Saint-Nizier” propõe visitas guiadas e se encarrega da reforma e restauração do patrimônio.

Paroisse Saint-Nizier – 46 rue Edouard Hériot – Lyon 69002